Buscar
  • JOIALERISMO

OS 4 CS DE UM DIAMANTE

Mais que um investimento, um diamante representa uma expressão de afeto e amor e a sua compra deve ser uma experiência segura e agradável.


Pensando nisso o GIA (Gemological Institute of America) desenvolveu um padrão de classificação de diamantes que é o mais aceito em todo mundo e que mudou a forma como diamantes são comercializados.


Este sistema, conhecido como "Os 4 Cs" se baseia na classificação dos diamantes com referência as suas 4 características básicas, que são:


  • Carat ( o peso em quilates)

  • Color ( sua cor)

  • Clarity ( seu grau de pureza)

  • Cut ( o seu corte)

Conhecendo os 4 Cs, você pode fazer uma compra segura, baseada em informações precisas e pode com mais facilidade comparar diamantes oferecidos por vários fornecedores.


CARAT - PESO EM QUILATES


O quilate é uma unidade de medida de peso que representa 200 miligramas, ou 1/5 de uma grama.

Um diamante de 1 quilate pesa então 0,20 gramas.

O quilate se subdivide em 100 unidades chamadas PONTOS. Desta maneira, um diamante de 30 pontos possui 0,3 quilates em peso.

Considerando-se o mesmo tipo de lapidação, por exemplo o Brilhante, quanto maior o peso ( quilate) maior será a pedra. Veja abaixo:

COLOR - A COR DO DIAMANTES


Para facilitar a comunicação entre compradores e vendedores de diamantes o GIA criou ou padrão de classificação de cores de diamantes que se inicia na letra D e termina na letra Z.

Quanto menos cor um diamante apresenta, maior sua classificação na escala.

Diamantes com classificação de cor entre D e F são considerados incolores, sendo D a classificação usada para diamantes totalmente sem cor.

A medida que o diamante vai apresentando mais tons de amarelo ele vai descendo na escala, até chegar na classificação (letra) R. O preço de um diamante diminui quanto mais cor ele apresentar.

A partir da letra S, o diamante é considerado "fancy" e classificado de maneira diferenciada.


A ABNT/IBGM utiliza a seguinte definição, em português, para traduzir a escala de cor do GIA.


Cor O que significa?

D Excepcionalmente incolor extra

E Excepcionalmente incolor

F Perfeitamente incolor

G Nitidamente incolor

H Incolor

I Cor levemente perceptível

J Cor perceptível

K Cor levemente visível

L Cor visível

M - N Cor levemente acentuada

O - Z Cor acentuada

Acima de Z ( Fancy) Cor incomum ou extraordinária



CLARITY - A PUREZA DO DIAMANTE


O diamante deve brilhar com profusão e apresentar um "fogo interno" digno da mais valiosa das pedras preciosas. O grau de pureza do diamante se refere a presença (ou não) de inclusões e manchas que possam diimuir seu valor. No Brasil estas manchas e inclusões são também conhecidas como "jaça".


A avaliaçã de pureza do diamantes é feita pelo profissional, utilizando a lupa de mão de 10X ou microscópio gemológico com lente de 10x.


A quantidade, tamanho, posição e natureza das imperfeições (jaça) definem o grau de pureza do diamante. Um diamante classificado IF ( Internally Flawless - Internamente livre de inclusões) é considerado o mais puro.


A ABNT/IBGM utiliza as seguintes definiçôes, em portugues, para traduzir a escala de pureza do GIA.


Grau de Pureza O que significa ?

FLAWLESS Internamente e externamento puro

IF Internamente livre de inclusões

VVS1 e VVS2 Inclusão ou inclusões pequeniníssimas, muito dificeis de serem visualizadas com lupa de 10x

VS1 e VS2 Inclusões muito pequenas, difíceis de serem visualizadas com lupa de 10x

SI1 e SI2 Inclusões pequenas, fáceis de serem visualizadas com a lupa de 10x

I1 Inclusões evidentes com lupa de 10x

I2 Uma inclusão grande ou inúmeras inclusões menores, fáceis de serem visualizadas a olho nu

I3 Uma inclusão grande ou inúmeras inclusões menores, mito fáceis de serem visualizadas a olho nu



CUT - O CORTE DO DIAMANTE


A classificação de Corte do diamante diz respeito a como o diamante foi cortado e lapidado. Este classificação não deve ser confundida com o tipo de lapidação do diamante ( Brilhante, Navette, Oval, etc).


O corte é o mais importante dos 4 Cs e diz respeito à qualidade de sua lapidação. Uma lapidação bem feita garante ao diamante um brilho e fogo que o faz se diferenciar das outras gemas.


A lapidação consiste em dois parâmetros muito diferentes: as proporções (ângulos e alturas) e o grau de acabamento (simetria e polimento), que traduzem, antes de qualquer coisa, o cuidado e a experiência com que a gema foi tratada no momento da lapidação.


O diagrama abaixo se refere ao corte brilhante considerado Ideal. Todos os ângulos e proporções foram cientificamente definidos para garantir a melhor performance da luz dentro do diamante e seu retorno aos olhos do observador, criando as cores a brilho que se vê em um diamante de alta qualidade.


A ABNT/IBGM utiliza as seguintes definiçôes, em portugues, para traduzir a escala de corte do GIA.


Corte O que significa ?

Excellent Lapidação Excelente

Very Good Lapidação Muito Boa

Good Lapidação Boa

Fair Lapidação Aceitável

Poor Lapidação Fraca



Quanto melhor o corte, lapidação, simetria e polimento do diamante, melhor o retorno de luz e por sua vez, maior seu valor.